Subir
Imagem alt

Suor e bem estar

100 histórias sem desculpas: Casa de ferreiro, espeto de pau

Motivar as pessoas a buscarem qualidade de vida é o que move a Suor & Bem estar. Sim, somos um movimento e o nosso foco é o movimento. Incentivamos, criamos experiências e apresentamos as pessoas um estilo de vida mais saudável, mostrando que o caminho pode até ser longo, árduo e exigente; entretanto, que os benefícios são infinitamente superiores a qualquer esforço necessário. As ideias surgem aos montes e o retorno que recebemos a cada encontro, a cada ação, só nos impulsiona a continuar o trabalho.

Eu, como idealizador, confesso que estive fincado no lado teórico. Todo mundo suando a camisa, enquanto eu me utilizava da palavra organizador como justificativa pra não entrar na dança. Tudo conversa fiada. Discurso que não terá mais espaço diante de mais um novo projeto da plataforma, o “100 histórias sem desculpas”. E qual é a ideia? De fato, serão 100 histórias, mais que uma centena de personagens e com eles muitos motivos para abandonar uma vida sedentária.

E como dito anteriormente, dessa vez nada de, apenas, contar as histórias. Irei também vivenciá-las, experimentando a afinidade que cada um dos 100 participantes dessa série possui com práticas saudáveis. Todos eles com os mais distintos cotidianos, contudo, com uma característica, em especial, em comum: uma rotina nada sedentária. Corredores, nutricionistas, personal trainers, empresários, estudantes, fisioterapeutas, fotógrafos, maratonistas, triatletas, dentistas, chefs de cozinha, publicitários, professores, surfistas, servidores públicos, engenheiros, médicos… em uma longa lista de pessoas com história e atitudes incentivadoras.

Pra mim será um desafio prazeroso ouvir o que cada um tem a dizer e, principalmente, me enveredar no mundo confortável, a princípio, somente para eles. Serei um jornalista oscilante entre redação e rua, neste caso caracterizada muitas vezes em academias, centros de treinamento, consultórios, mata, mar e lagoa. E como a primeira das histórias é sobre mim, o que posso dizer neste prefácio é que não sou referência no assunto, embora tenha como hobby me misturar no meio dessa turma e promover encontros entre pessoas que buscam melhorar o seu status quo.

Apenas como registro, fui aquele adolescente viciado em futebol, jogava praticamente todos os dias, na Praia do Sobral, no colégio, no antigo campo do Ari Pitombo no Trapiche, sem contar os jogos que apareciam por aí afora. Isso em meus tempos áureos, de meus 70 e poucos quilos, rsrs, número distante dos agora quase 100. Na fase adulta fui frequentador assíduo do funcional da Equipe 3+ e conheci os mais variados estilos esportivos quando escrevia para a revista OUSH! Brasil. Nasce aí, inclusive, a ideia da Suor & Bem estar, por acreditar que poderia unir o útil ao agradável, vivenciar as pautas e ganhar como bônus mais saúde. Algo que se configurou mais no sentido “expectativa vs. realidade” bem diferentes.

E cabe ressaltar que este projeto não se trata de mais uma busca por emagrecimento, secar a barriga, ganhar músculos ou foco na estética. Ele irá mostrar, antes de tudo, que um estilo de vida saudável acontece longe de planilhas, números e vaidades. A receita diária é feita na realidade com um simples ingrediente: hábito. Vai ter pizza, chocolate, sanduíche, sorvete, coxinha e afins, na medida certa, sem exageros.

Acredito que tudo é fruto da chegada ao estado de flow, ou de fluxo, que acontece quando você faz o que gosta, fica mais motivado e envolvido no desempenho de qualquer atividade relacionada, mesmo que elas sejam obrigações. Meu alcance de objetivo não estará balizado por uma subida na balança, e sim, nas horas de boa conversa, aprendizado, descobertas e novos costumes que, tenho total certeza, irei adquirir. E, retificando, poderei até subir na balança, afinal, aposto que nesses momentos os resultados também serão bem positivos.

E como leigo no que vem por aí, interpretando o calouro em muitas ocasiões, formei uma dupla dinâmica pra me acompanhar na jornada, meus mentores na caminhada, indicando o percurso mais seguro, dicas que compartilharei com vocês a cada novo capítulo. De um lado a nutricionista Maria Eduarda Di Cavalcanti, pois acredito que você é o que você faz, e come. E do outro, o personal trainer, Rafael Casado, pra dar aquele gás nos dias em que a cama ou a preguiça tente me impedir de seguir adiante.

E sendo assim, declaro aberta a temporada de caça ao sedentarismo, que não terá baixa estação, nem tão pouco tempo ruim. E sem qualquer espaço para aquele famoso ditado popular: casa de ferreiro, espeto de pau, #AquiNão!

 

*Antonio Maria do Vale é geógrafo, jornalista e gestor de ações e conteúdo da Suor & Bem estar.

Oquê achou dessa postagem?