Subir
Imagem alt

Suor e bem estar

DIVE AGAINST DEBRIS: A hora das piscinas naturais da Pajuçara

Para ter qualidade de vida não basta apenas cuidar de si próprio. O bem-estar pleno depende do convívio com o ambiente e tê-lo igualmente saudável é fundamental. E em cidades com apelo paradisíaco, como Maceió, esta relação é ainda mais estreita, estando diretamente ligada a saúde e lazer da população. Mas ao mar não é apenas de flores e temos muito o que progredir quando o assunto é consciência ambiental.

Um dos graves problemas das grandes cidades litorâneas é o lixo mau descartado que acaba indo parar no mar, principalmente, em dias de chuva. A discussão é antiga e parece sem fim, entretanto, se antes ficava na alçada do o que o poder público poderia fazer para mudar o cenário, agora vai mais além e a solução já é entendida como dependente de todos.

Segundo a organização americana Project Aware, os oceanos recebem, anualmente, 25 milhões de toneladas de lixo. E a maior parte disso, cerca de 80% do total, tem origem nas cidades. Por aqui, temos um termômetro dessa situação a céu aberto, representado pelo riacho Salgadinho em seu encontro com o mar na praia da Avenida. Mas, engana-se quem pensa que as demais praias da capital alagoana não sofrem do mesmo mal.

Tanto que, a convite da escola de mergulho Let´s Dive, faremos parte da equipe que realizará uma ação de limpeza nas piscinas naturais da Pajuçara. O evento faz parte do principal programa de ciências do Project Aware, um movimento global de proteção oceânica desenvolvido por uma comunidade de aventureiros, todos unidos a paixão pela aventura oceânica com o propósito de conservação marinha para criar mudanças duradouras.

Intitulado Dive Against Debris, a ação capacita mergulhadores para remover detritos marinhos do oceano e a reportar dados sobre os tipos, quantidades e locais dos materiais coletados. Desde o lançamento do programa, em 2011, quase 50 mil mergulhadores já participaram do encontro em 114 países ao redor do mundo, reportando mais de 1 milhão de unidades de lixo. Como o único programa de coleta de dados de detritos subaquáticos de seu tipo, o Dive Against Debris melhora a saúde dos ecossistemas oceânicos por meio de esforços voluntários locais e fornece informações valiosas sobre detritos submersos para ajudar a informar a mudança de políticas.

Em uma cidade que vive do turismo é primordial a conservação do seu bem maior: seus recursos naturais. Por isso, o evento de limpeza submersa da piscina natural, que acontece a partir das 6h do próximo dia 17 de janeiro, visa, não só limpar a área, como conscientizar a população da importância do cuidado com o lixo.

Ao final do evento, que conta com as participações da Colônia de Pescadores da Pajuçara, do IMA/AL e do Projeto Meros do Brasil, além de apoio da Veloo Telecom; um relatório com todos os itens coletados será emitido, o que servirá de base comparativa para os próximos eventos. Os registros também serão enviados para o banco de dados mundial da campanha Dive Against Debris, organizada pelo Project Aware, além de disponibilizados para a população em diversas plataformas jornalísticas.

Oquê achou dessa postagem?