Subir
Imagem alt

Suor e bem estar

MARATONA NA TV: TOP 10 para assistir no Netflix

Pode preparar a pipoca que a sessão vai começar! Mas, desta vez, nada de romance, suspense, ação ou comédia. Entretanto, o choro, risos, sustos e surpresas não irão faltar. Separamos grandes histórias pra você mergulhar numa maratona cheia de superação, inspiração e motivação. Confira nosso TOP 10 NETFLIX para um fim de semana diante da telinha:

 

The Barkley Marathons: The race that eats it young

Todos os anos, a corrida mais intensa, secreta e estranha do mundo acontece na selva do Tennessee. Inspirada em uma fuga de prisão famosa, a Barkley Marathons tem um percurso de montanha de mais de 160 km. Para se ter uma ideia da dificuldade: em 25 anos, apenas 10 pessoas concluíram a prova. O documentário mostra os bastidores da ultramaratona e seus (também estranhos) personagens.

 

100 metros

Baseado na história real de Ramón Arroyo, o filme 100 Metros conta a historia de um publicitário sedentário que é diagnosticado com esclerose múltipla ao 35 anos, e no início do tratamento ouve de outro paciente que em pouco tempo não conseguiria sequer caminhar 100 metros. A jornada de sofrimento e as limitações nos movimentos e na fala são vencidas com a ajuda do esporte. A cereja do bolo de sua recuperação é a conclusão de um Ironman, a mais famosa e desafiadora prova de triathlon do mundo.

 

Gun Runners

O Quênia é um celeiro de corredores e é na corrida que muitos encontram uma oportunidade para uma vida melhor. O documentário mostra a história de dois quenianos, Julius Arile and Robert Matanda, que trocaram suas armas e os roubos por tênis de corrida e o sonho de correr uma maratona.

 

Pacific Warriors

Um grupo de jogadores profissionais de rúgbi das Ilhas Fiji, Tonga e Samoa enfrenta as dificuldades para ir à França competir com os melhores times do mundo. Por conta da precária estrutura, eles ficaram muito abaixo da preparação das equipes europeias e das grandes potências do rugby mundial. Mesmo assim, todos eles surpreenderam.

 

Meru: O centro do universo

Este documentário acompanha três alpinistas de elite na tentativa de escalar a Barbatana do Tubarão no Monte Meru, Índia, um dos picos mais difíceis do mundo. Com 6.600m, o monte é mais baixo que o Everest, mas só teve alguém pisando seu cume em 2011. É desafio para poucos!

 

Given

Com a mensagem de que viajar pelo mundo é a melhor educação para as crianças, Given é um filme incrívelmente sensível, contado através da perspectiva do filho mais velho de uma família nômade. A história relata uma aventura de surf vivida pela família Goodwin por 15 países diferentes, no período de 14 meses.

 

From fat to finish line

Documentário que conta a história de 12 blogueiros que estavam vivendo a mesma situação, eram obesos e perderam juntos mais de 500kg através da corrida, e resolveram se juntar para uma ultra maratona de revezamento de 322km que começava em Miami e terminava na Flórida.

 

What the Health

Peça de investigação e conspiração que nos tenta mostrar como somos manipulados a consumir produtos malignos para a nossa saúde. O documentário alerta para os perigos da proteína animal e promove a dieta vegan. O título “what the health”, que ainda não tem versão em português, é um trocadilho sonoro com a expressão norte-americana “what the hell”, que significa “Mas que inferno é esse?!”, em tradução livre. A expressão “what the health”, portanto, seria algo como “Mas que saúde é essa?!”.

 

Fittest on Earth: A decade of fitness

Conheça a história do CrossFit, sua popularidade explosiva e atletas obcecados em busca do título de Melhor do Mundo. O filme documenta os bastidores e declarações de Matt Fraser, Sara Sigmunsdóttir, Tia-Claire Toomey, Katrin Davidsdottir, Josh Bridges, Brent Fikowski, entre outros atletas da elite do esporte, todos participantes do Crossfit Games 2016.

 

Innsaei: The power of intuition

No inspirador e instigante documentário Innsaei – O Poder da Intuição, os diretores Hrund Gunnsteinsdottir e Kristín Ólafsdóttir seguem em uma busca de uma jornada mundial para descobrir a arte de se conectar no mundo distraído, separado e estressante de hoje, o que se obtém com empatia e a construção da intuição.

 

Oquê achou dessa postagem?